Verão 2023 – As principais composições da próxima temporada | PT. II

02.05.22 | Get Inspired By Moda Styling


 

Na segunda parte das combinações que irão definir o visual do próximo verão, percebemos que a sensualidade continua a ser um dos principais indicadores estéticos na construção do look, mas nessa segunda parte ela vem um pouco mais equilibrada por peças de nuance esportiva e também urbana, o que torna o movimento um pouco mais democrático. A tendência de trazer a praia para a cidade continua presente e é uma ótima maneira de otimizar o armário na construção de novos arranjos visuais. Para quem segura mais ousadia, os vestidos ultra curtos vem acompanhados de outro item de forte apelo sensual: as sandálias de tiras finas. Confira a segunda e última parte do nosso guia de combinações da próxima estação:

 

Verão 2023 – As principais composições da próxima temporada | PT. I

28.04.22 | Get Inspired By Moda Styling


 

Muito mais do que os movimentos de moda, é a maneira que colocamos em prática nossos conhecimentos (e autoconhecimentos) sobre estilo é o que realmente importa. Pensando nisso montamos um guia sobre as principais composições estéticas que colhemos das passarelas da temporada spring 22, que corresponde ao nosso verão 2022/23. São combinações arrojadas e simples para montar o visual do próximo verão, provavelmente com peças que já possuímos. Afinal em termos de conteúdo, muitas vezes é mais útil que indiquemos como usar do que simplesmente o que usar. Confira a primeira parte das principais combinações que definirão o visual da próxima temporada:

 

Oscar 2022 | Jenny Beavan e a genialidade por trás do figurino

06.04.22 | Lifestyle Moda Styling


 

O figurino, sem dúvida, é uma das partes cruciais do sucesso de um filme. É através dele que grande parte do personagem se desenvolve e se mostra para a audiência. Através da imagem de um personagem já podemos perceber nuances de personalidade e histórias de vida que nem precisam estar destacadas no roteiro. É justamente essa entrega sutil que o figurino proporciona é que o torna tão importante para a indústria cinematográfica. Este ano quem ganhou o Oscar de melhor figurino foi a britânica Jenny Beavan pelo seu trabalho no imperdível Cruella, live action do icônico personagem da Disney no filme 101 dálmatas.

 

 

O filme é ambientado na Londres dos anos 70, época que Jenny viu e viveu de perto. Entre suas referências para a elaboração do figurino do filme estavam a cena cultural punk do período, a cantora alemã Nina Hagen, uma espécie de musa alternativa do movimento, e em estilistas como Alexander McQueen, John Galliano e Vivienne Westwood. Jenny começou sua carreira como cenógrafa mas migrou para o figurino de cinema naturalmente. Com um currículo extenso, a designer já foi indicada ao Oscar pela mesma categoria 11 vezes e ganhou em outras duas oportunidades. A primeira estatueta veio em 1987 com o filme A Room With a View que retrata a rebeldia de uma jovem aristocrata britânica no começo do Séc. XX. O segundo Oscar foi em função do seu trabalho no premiado Mad Max Fury Road.

 

 

Na ocasião, Jenny chamou a atenção não só pelo prêmio, mas também por ter comparecido à cerimônia de calça e jaqueta de couro que continha o logo da caveira flamejante do filme bordado em pedras nas costas da peça. A escolha de vestuário de Jenny foi criticada em demasia, mas a verdade é que a figurinista mostrou que não precisa provar nada pra ninguém (especialmente no que se refere a sua própria imagem), já que seu talento indiscutível para contar histórias através de roupas é que se sobressai, além de se mostrar como uma força disruptiva frente aos velhos códigos de vestimentas de cerimônias desse porte e que já começam a ser mais questionados pelas frequentadoras (vide a escolha da atriz Kristen Stewart para o tapete vermelho deste ano). Este é na verdade o objetivo primordial da designer quando está a frente de um projeto: contar a história de um personagem, moldar sua personalidade, escrever sua vida, tudo por meio da sua figura.

 


 

Certamente ainda veremos muitas indicações de Jenny à categoria em especial nas próximas edições, já que a profissional está envolvida no filme derivado de Mad Max voltado para a personagem Furiosa, interpretada por Charlize Theron.

 

Análise de estilo – EMILY RATAJKOWSKI

05.08.21 | Get Inspired By Lifestyle Styling


 

O estilo sensual, como o próprio nome sugere, tem características muito explícitas dos códigos de sedução, poder e dominação – e aqui não estamos falando do âmbito sexual dessas definições. Este é um estilo pessoal bem familiar para grande parte das brasileiras que, até pelo clima do País e por nossa personalidade, apreciam este jogo de revelações do corpo através das roupas e de alguns elementos de design que fazem parte deste pacote, como decotes, fendas, transparência, texturas brilhantes, cores profundas, animal print, materiais densos e marcantes como couro e vinil, etc. A atriz e modelo americana Emily Ratajkowski é um exemplo prático perfeito desse estilo, mas em seu caso existem alguns diferenciais que tornam seu visual muito mais atual e ajustado com a definição da sensualidade contemporânea. No caso de Emily, são duas as peculiaridades que distinguem a sensualidade da sua figura: a manipulação inteligente do que deve ser mostrado e do que deve ser escondido junto com a habilidade em unir características estéticas opostas ao estilo sensual de forma tão orgânica. O corpo à mostra através de decotes e comprimentos encurtados ganha equilíbrio com a junção de peças utilitárias e volumosas ao visual; itens de shape ajustado que revelam os contornos da silhueta seguem para um lado mais descontraído quando finalizados com tênis ou botas de aspecto dramático; a alfaiataria pode ser reveladora nos recortes, mas tem dimensões amplificadas e equilíbrio de proporções. Acessórios e itens de complementação também são explorados a fim de modernizar a veia sensual de Emily. Tênis robustos, bolsas compactas e estruturadas que adicionam sofisticação ao visual, cores de baixa intensidade, casacos amplos e ricos em textura e acessórios pesados que trazem uma força à composição final. A atriz mostra que drama e casualidade formam o arremate perfeito para atualizar os atributos sensuais e propõe uma narrativa singular de modernização, com muito senso estético e sem descaracterizar a potência magnética deste estilo.

 

Análise de estilo | JESSICA ALBA

01.06.21 | Get Inspired By Street Style Styling


 

Em um primeiro momento o estilo da atriz Jessica Alba pode parecer bem casual, mas ao olharmos mais atentamente para as suas imagens que foram capturadas durante a pandemia podemos perceber que Alba se diferencia pelos detalhes e sua casualidade é muito mais contemporânea do que simplesmente básica. A começar pela priorização do conforto. Materiais que permitem maior liberdade de movimentos como os moletons, formas amplificadas e os pés no chão são algumas das características associadas ao conforto que a atriz aplica em sua imagem, mas é justamente a maneira como ela junta tais características que faz o resultado final se destacar. A atriz lança mão de produções monocromáticas, que mesmo em cores tradicionais acabam por chamar mais a atenção, prioriza dimensões maiores em suas peças e brinca com proporções de forma mais inusitada – nada é muito ajustado nem demasiadamente oversized, mas os volumes são suficientemente notáveis para realçar uma informação de moda. É aquela comunicação de imagem que parece justamente não querer comunicar nada, mas ao final das contas entrega uma presença marcante de senso estético e de ambientação.

 

Análise de estilo | Cate Blanchett

20.05.21 | Get Inspired By Lifestyle Styling


 

Quando se trata de estilo, a atriz Cate Blanchett geralmente costuma ser lembrada pelas suas produções mostradas nos red carpets dos maiores eventos do cinema. Mas na vida fora dos holofotes, Blanchett também faz bonito com a sua imagem. Com uma mistura contemporânea dos universos masculino e feminino, Cate já coloca em xeque as questões retrógradas sobre o visual dividido por gênero há bastante tempo. Adepta dos ternos bem cortados, dos macacões utilitários e do conforto nos pés, a atriz sempre mostrou que elegância nada tem a ver com ostentação, muito pelo contrário. E é justamente esse tipo de elegância sem esforço que a atriz propaga que faz com que seu estilo pessoal seja uma inspiração cirúrgica não só para a vida, mas especialmente para o presente. Com os recentes acontecimentos e com a vida aos poucos voltando ao normal, a estética para sair de casa, segundo os movimentos que analisamos, se volta para a manutenção do conforto e da sensação de abrigo que certas roupas nos proporcionam, com a sofisticação, mesmo que simples, que alguns compromissos fora do âmbito do lar exigem. E a atriz consegue materializar esse mood.

 

 

 

Basta olharmos para as produções usadas durante esse período pandêmico para conseguirmos entender o que esse movimento quer dizer. O conforto que falamos aqui se transfigura na imagem da atriz através dos sapatos, dos saltos mais grossos, da facilidade da peça única ou da base mais simples que possibilita a ousadia nas peças de complementação e nos acessórios, na liberdade de repetição dos itens que para alguns ainda parece um crime, nas modelagens menos ajustadas, nos cabelos com efeito natural etc. Conforto aqui vai muito além do moletom, perceba. A elegância sem esforço fica a cargo do conjunto da obra, do resultado final. Você olha para a imagem e absorve a elegância. Claro que alguns detalhes contam para que esse efeito seja percebido, como os blazers que fecham os looks mais básicos, a alfaiataria ampla, as cores clássicas, a cintura levemente marcada, o brilho discreto em algum ponto específico da produção. Cate consegue entregar uma imagem sofisticada sem parecer distante e isso é fundamental nas relações entre pessoas, sobretudo nos dias atuais onde nunca fomos tão distantes uns dos outros.

 

Análise de Estilo: SARAH JESSICA PARKER

15.04.21 | Get Inspired By Lifestyle Styling


 

Sarah Jessica Parker é conhecida por papéis marcantes na TV e no cinema, mas foi sua personagem Carrie Bradshaw em Sex and the City que alçou a atriz a ícone fashion. Mas muito além da imagem de Carrie, Sarah tem um senso estético muito apurado e seu estilo contemporâneo, criativo e por vezes dramático é tão inspirador quanto sua personagem. Em tempos pandêmicos, no entanto, pode ser um pouco mais difícil, pelo menos para a maioria das pessoas, pensar em uma composição estética mais complexa diante de tantas outras prioridades. Há algum tempo nos analisamos o estilo da Atriz Katie Holmes (para ver o post clique aqui) e em como sua figura casual com pitadas de sensualidade e atmosfera urbana combina com os tempos atuais. Isso não significa, entretanto, que uma imagem mais trabalhada e até exuberante não possa se encaixar no presente. Basta ver os desfiles das semanas de moda que aconteceram durante esse período de pandemia com o consequente isolamento social para perceber que looks extravagantes foram tão explorados quanto os mais confortáveis, justamente por trazerem essa ideia de otimismo em relação ao futuro.

 

 

 

No caso de Sarah, fica claro que seu estilo sofreu algumas intervenções que se encaixam no atual período, mas mesmo assim não perderam sua essência mais luxuosa e experimental. O que diferencia as produções da atriz são justamente as misturas inusitadas e os truques de estilo que fazem o resultado final pertinente para o momento. Calças de moletom entram nos looks da atriz, mas do jeito dela: encurtadas, com barras elásticas marcantes, misturadas com peças de complementação mais chamativas e acessórios festivos (máscaras texturizadas, pontos de cor intensos, materiais refletivos etc.). Até as produções que num primeiro momento parecem ser mais básicas ganham riqueza nos detalhes, em especial os calçados. A atriz mostra que o estilo não precisa ser sacrificado por conta de tempos mais inseguros, mas pode ser adaptado.

 

 

 

18 looks que vão te convencer a investir em uma BERMUDA JEANS

11.09.20 | Personal Stylist Styling


 

Quando pensamos em peças em jeans que não sejam as calças, logo partimos para camisas, jaquetas ou itens da parte de baixo da silhueta, só que em comprimentos mais curtos. Nós já falamos aqui sobre a saia midi jeans que, apesar de controversa, vem com design mais moderno e intervenções que a tornam mais contemporânea e fácil de usar. Outro item mais inusitado em jeans que ficou em alta durante os dias de calor no hemisfério norte nesta temporada foi a bermuda jeans. Geralmente optamos por usar os shorts mais curtos no material, mas saiba que a bermuda traz um pouco mais sofisticação ao look e não fica restrita somente às consumidoras de estilos pessoais mais conservadores. Selecionamos dezoito looks que provam que a peça pode se encaixar em qualquer armário e ainda fazer parte de um visual que une modernidade, conforto, informação de moda e, sim, sensualidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SHOP!

 

Apostas verão 2021 – Saia midi jeans

27.08.20 | Styling Tendências


 

A saia jeans em sua versão mini ganhou notoriedade ainda nos anos 60 e desde então ela tem sido usada por pessoas dos mais diversos estilos. Assim como a maioria das peças desse material, a saia jeans também é versátil e pode compor produções para diferentes propostas, além da possibilidade enorme de combinações. Mas a versão midi da peça ainda é vista com certo receio. Por ser um material mais denso e de um comprimento que ainda não agrada uma boa parte das consumidoras brasileiras, a midi jeans fica restrita às donas dos armários mais criativos e contemporâneos, que gostam de combinações mais arrojadas e/ou movimentos de moda atuais. Mas pelo que percebemos nas passarelas da temporada primavera/verão 2021 a peça virá repaginada e com certeza terá um apelo significativo para uma parcela maior de clientes. A saia midi jeans do momento ganha movimento por conta de recortes assimétricos e de fendas mais acentuadas, volumes diferenciados para quem tem um estilo dramático, texturas que imprimem leveza e intervenções que trazem mais modernidade e dinamismo à peça, como desfiados, puídos e trabalhos com diferentes tonalidades de jeans.

 

 

 

 

 

SHOP!

 

Winter SALE | os clássicos indispensáveis

21.08.20 | Personal Stylist Styling


 

O período de liquidações pode ser aproveitado tanto para comprar aqueles itens que estão em evidência e são mais marcantes – portanto com vida útil menor no armário – como as peças clássicas e indispensáveis em qualquer closet feminino. Consideramos uma peça clássica (que não tem a ver com o estilo propriamente dito), quando ela atravessa as estações e continua sendo usada independentemente das tendências, quando otimiza o seu guarda-roupas, podendo ser combinada com diversos itens e formar looks distintos, quando ela possui as cores ditas tradicionais e mais fáceis de combinar etc. Fizemos uma seleção de 30 itens garimpados das liquidações de inverno que cumprem esse papel. São tricôs, suéteres, calças, casacos, jaquetas etc. que podem tranquilamente ser usadas por muito tempo e possibilitam a edição de produções distintas, já que podem, por exemplo, formar bases de composição simples dando espaço para outras peças de finalização mais chamativas, caso seu estilo seja mais expansivo – como as criativas, as dramáticas e as sensuais. Para obter mais informações sobre os produtos da nossa curadoria, basta clicar na sua imagem.