Especial #FIQUEEMCASA | 27 criadores de conteúdo para seguir, se inspirar e se informar

04.06.20 | Get Inspired By Lifestyle


 

Tendo em vista os mais recentes acontecimentos, não poderíamos simplesmente nos silenciar ou deixar que nossa indignação e nosso suporte ficasse restrito somente às redes sociais. É preciso mudar e dar visibilidade ao movimento negro não apenas quando tragédias e mobilizações em massa acontecem, mas sempre. Precisamos fazer a nossa parte em mudar essas estruturas que valorizam somente a estética branca, especialmente na moda. Reconhecer nossos privilégios, nos aceitarmos como parte de uma sociedade racista e estudar formas de combater o racismo é apenas o primeiro passo para essa transformação. Para que você também faça parte desse movimento de mudança, que deve ser encarado como um exercício constante, selecionamos 27 criadores de conteúdo negros que abrangem os mais diversos segmentos. São músicos, militantes, stylists, maquiadores, modelos, cantores, membros da comunidade LGBTQI+, homens, mulheres, influenciadores, celebridades, anônimos, advogados, filósofos, escritores, cineastas, estilistas etc. que vão diversificar o seu feed, propor novas estéticas e olhares e trazer informações importantes para sairmos da nossa zona de conforto e aprendermos mais sobre o racismo e como podemos combate-lo. O protagonismo não pode e não deve ser somente branco. Aproveite este período de isolamento para refletir, compreender, estudar e mudar seus conceitos e pré-conceitos. O auto reconhecimento como racista é doloroso, porém necessário para a busca de informações, que é apenas o primeiro (mas muito importante) passo para que a mudança na nossa sociedade seja perpétua.

 

@luandavieira

 

 

@artursantoro

 

 

@neggata

 

 

@valenttinaluz

 

 

@isaacsilva_br

 

 

@marcellomartns

 

 

@ritacarreiraa

 

 

@leididai.rainha

 

 

@preferreira

 

 

@mayaraefe

 

 

@badgalmiranda

 

 

@arethasadick

 

 

@suyane_ynaya

 

 

@lucigoncalvesa

 

 

@neyzona

 

 

@hilton_erika

 

 

@levikaiquef

 

 

@tievasconcelos

 

 

@natalyneri

 

 

@djamilaribeiro1

 

 

@elzasoaresoficial

 

 

@joiceberth

 

 

@prettamesmo

 

 

@magavilhas

 

 

@misslionhunter

 

 

@elianedias

 

 

@igiayedun

 

Especial #FIQUEEMCASA | 5 movimentos de moda que surgiram com a quarentena

13.05.20 | Lifestyle Moda Tendências


 

Tons de conforto

 

 

Os tons terrosos, que comumente são resgatados durante o outono, surgem em uma versão mais clean. Cores de atmosfera empoeirada, como os beges, arenosos e cinzas quentes remetem a sensações de calma, tranquilidade e conforto – essenciais para este momento.

 

Acessórios de colo e rosto

 

 

Com um aumento significativo do trabalho em casa e das videoconferências, chamar a atenção para a parte de cima do corpo faz muito sentido. Brincos e colares maiores e mais significativos ganham espaço neste cenário e têm tudo para se manter após a quarentena, já que o home office é uma realidade cada vez maior para diversas profissões.

 

Acabamentos que facilitam o vestir

 

 

Se o conforto é um elemento crucial para as vestes da quarentena, é de se esperar que as roupas contenham acabamentos e elementos de design que proporcionem um vestir simples e liberdade de movimentos. Calças, saias e bermudas com cinturas de elástico, fechamento afivelado ou por velcro, portanto, são as peças que ganham protagonismo nesse momento.

 

Riqueza na parte de cima do corpo

 

 

Assim como os acessórios chamativos no colo e rosto funcionam melhor para este momento onde as reuniões por vídeo são mais intensas, peças para a parte de cima da silhueta com elementos importantes também entram neste movimento. Blusas, camisetas, suéteres e camisas com golas inusitadas, mangas bufantes, babados, bordados e demais detalhes que chamamos de statement se concentram na parte superior do corpo e nos deixam mais preparadas para as ocasiões de trabalho à distância.

 

Valorização do eterno

 

 

Em contrapartida, as peças de design considerado eterno também ganham protagonismo, já que não é uma ocasião ideal para compras impulsivas. Alfaiataria, boas peças em jeans clássico, estamparia tradicional e os básicos indispensáveis ganham maior importância e consequentemente contribuem para um consumo menor e mais consciente.

Especial #FIQUEEMCASA | 10 perfis minimalistas para seguir no instagram

06.05.20 | Get Inspired By Lifestyle


 

Existem alguns perfis no Instagram que nos inspiram pela simplicidade. Aquela sensação de calma e bem estar que só um feed organizado e minimalista é capaz de causar. Essas contas não estão necessariamente ligadas à moda, mas a um lifestyle que representa a máxima “menos é mais”. As cores de atmosfera empoeirada, fotos com poucos efeitos, cenários limpos e composições sofisticadas que fazem parte deste universo dos feeds minimalistas e que têm tudo a ver com o nosso atual momento. Nos inspiramos pela tranquilidade que essas contas emanam e que nos passam a lição de que não é preciso ter ou mostrar demais para viver. Selecionamos dez perfis que têm essa pegada para você explorar.

 

@cocobeautea

 

 

@monicabenini

 

 

@nordicstylereport

 

 

@mija_mija

 

 

@lilymontasser

 

 

@harperandharley

 

 

@gabriellamagalhaes

 

 

@pepamack

 

 

@sasha.mei

 

 

@lucianes

 

Especial #FIQUEEMCASA | 7 Cantoras para ficar de olho

13.04.20 | Lifestyle Vídeos


 

Ficar em casa implica em procurar atividades que concedem qualidade ao seu tempo. Música, com certeza, é uma dessas ferramentas que fazem as horas passar de forma mais agradável. Se esse é um assunto que te interessa, procurar novos artistas pode ser uma dinâmica deliciosa para esse momento de distanciamento social e pensando nisso nós selecionamos algumas cantoras de vozes e estilos diversos, mas que têm em comum a qualidade de suas músicas. Ouça, explore e expanda suas referências musicais com essas mulheres.

 

Deb Never

 

 

Umi

 

 

Baby Rose

 

 

Gracie Abrams

 

 

Remi Wolf

 

 

ABRA

 

 

H.E.R

 

Especial #FIQUEEMCASA | 7 tendências para esta temporada (e para a vida de agora em diante)

07.04.20 | Get Inspired By Lifestyle


 

Em tempos difíceis não basta falarmos apenas dos movimentos que a moda tomará daqui para frente de modo que não seja sensível e não represente os atuais momentos. Tendências por si só são efêmeras e mudam de acordo com os eventos que acontecem em nosso meio social. Agora é hora de mudar. O mundo nunca mais vai ser o mesmo depois desse baque que estamos levando de maneira tão repentina e o mesmo acontecerá com a moda. É preciso mudança, adaptação e consciência do meio em que se vive. Por isso, independente do que já tenhamos falado sobre os movimentos de moda dessa e das próximas temporadas, temos plena consciência das mudanças que estão por vir e de como isso afetará nossa percepção sobre o consumo para sempre. Por isso, listamos sete tendências para esta temporada outono\inverno e que na verdade podem ser levadas em consideração para a vida.

 

 

Investir em peças consideradas atemporais é um ato de sustentabilidade. Itens que podem ter um valor maior muitas vezes carregam a garantia de origem de materiais e de mão de obra, qualidade, versatilidade, caimento, beleza e durabilidade. Daqui para frente, consumir menos e investir em poucos e bons é a atitude da moda.

 

 

Liberdade de movimentos, pé no chão, toques aconchegantes. Ir e vir – um luxo nos tempos atuais. Nada mais atual do que priorizar o conforto do seu corpo ao invés de uma aparência artificial e extremamente trabalhada, construída apenas para impressionar. Quando a rotina voltar ao normal e os compromissos aparecerem, sentir o abraço de uma roupa que te deixe segura faz a diferença para encarar novamente o mundo.

 

 

Apesar das tendências que detectamos indicarem um visual rico e ostensivo, com base em movimentos urbanos do final de década de 80 (portanto extremamente superlativos), tudo indica que voltaremos nossos olhares para cores que remetem à natureza. Terrosos, verdes, azuis e tons com neutralidade de temperatura inspiram um visual menos chamativo e, de certa forma, em harmonia com o coletivo. O charme da discrição e a sofisticação das matizes naturais inspiram o visual contemporâneo.

 

 

A atmosfera que inspira cuidado e a necessidade de se sentir confortável na própria pele sugerem uma silhueta coberta, mas que nada tem a ver com conservadorismo. O afastamento social deixará marcas, mesmo que essa não seja nossa intenção. Sentir-se seguro em suas vestimentas é um movimento inevitável diante de um cenário de pandemia, mesmo que esta esteja erradicada. Conjuntos, sobretudos, macacões, camisas fechadas, calças com barras alongadas e, em casos mais extremos, luvas, toucas e balaclavas farão parte do dia a dia das pessoas, especialmente nos dias de temperaturas mais amenas.

 

 

Todos nós temos aquelas peças que são designadas apenas para os dias de ficar em casa. Moletons, tricôs amplos, calças largas e de materiais menos nobres podem ser ressignificadas e editadas para produções fora do lar. Isso significa promover um novo olhar para as peças que você já possui, mesmo que elas estivessem destinadas, num primeiro momento, para os momentos “dentro de casa”. Reaproveitamento é uma forma importante de promover a sustentabilidade.

 

 

Movimentos de troca, compras em brechós e bazares de segunda mão, reaproveitamento dos itens dos armários das amigas, da irmã, da mãe e das avós. Trazer o vintage e o usado para os dias atuais é uma maneira eficiente de pensar em dar utilidade ao que já existe, ao invés de simplesmente descartar ou substituir. Consumir menos para consumir certo.

 

 

Um visual simples e natural é eterno. Dar prioridade a pequenos produtores, saber a origem das suas roupas, tornar o vestir uma experiência de edificação pessoal. Esse é o novo luxo. Procure por tecidos naturais, produtores locais, artesãos que perpetuem uma tradição. A simplicidade é o movimento do futuro.

Especial #FIQUEEMCASA | 7 looks para home office de acordo com quem amamos seguir

01.04.20 | Get Inspired By Lifestyle Styling


 

Estar trabalhando de casa nem sempre significa ficar de pijamas o dia todo. Se essa é a sua praia não tem problema nenhum, aproveite! Mas se os dias em casa podem confundir sua noção estética ou até atrapalhar o bom andamento do seu trabalho, saiba que se arrumar, mesmo que minimamente, pode auxiliar muito nessa tarefa de passar os dias de distanciamento social de uma forma bem menos difícil. Pode parecer fútil pensarmos em meios de nos vestir para ficar em casa, ainda mais em um momento tão delicado e grave como o que estamos vivendo. Mas nossa proposta não é fazer você se maquiar ou subir em um salto para andar do quarto para a sala. Vestir-se de uma maneira que te deixe confortável, que seja compatível com o ambiente e que ainda assim te traga um bem-estar ao se olhar no espelho é, sim, um meio de tornar esse momento um pouco mais fácil. Para isso, selecionamos sete produções de contas no Instagram que amamos seguir e que podem, de alguma maneira, influenciar você a se vestir melhor e consequentemente se sentir melhor durante este período de reclusão.

 

 

 

 

 

 

 

Especial #FIQUEEMCASA | 10 sites para quem ama street style

26.03.20 | Lifestyle Street Style


 

Ficar muito tempo em casa implica em manter a mente ocupada com o trabalho convencional, organização doméstica e, obviamente, lazer. Se você gosta de moda ou começa a se interessar pelo assunto, já deve saber que olhar para os desfiles é importante, mas é no street style que os movimentos ocorrem com mais força. Além de lançar tendências, o que se veste nas ruas se torna uma reinterpretação de muitas coisas que são apresentadas na passarela, o que torna a moda ainda mais real. Selecionamos dez sites que focam não só no street style, mas também em toda a atmosfera que ronda o captar de uma boa imagem de moda ou lifestyle. Cada site possui seu nicho e sua particularidade, mas o que todos têm em comum é a beleza e a sensibilidade do olhar de fotógrafos talentosos que enxergam muito mais do que uma roupa bonita. Para acessar os portais, basta clicar na respectiva imagem.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Especial #FIQUEEMCASA | 10 coisas que você pode fazer pelo seu estilo durante a quarentena

25.03.20 | Get Inspired By Lifestyle


 

 

Seja no Pinterest, Instagram ou Google Images, criar pastas de referência para composição dos seus looks não é só eficaz para deixar seu visual mais rico, como também é uma ferramenta útil para que você se conheça melhor, entenda seu estilo pessoal, otimize seu armário e seu tempo e promova um novo olhar sobre o que você já tem.

 

 

Os acessórios são fundamentais para a construção de um visual mais sofisticado. Aproveite o tempo livre para desembaraçar seus colares, tirar o que já não funciona para você e criar combinações entre suas peças que elevam mesmo os looks mais básicos.

 

 

Além de poder criar pastas de inspiração com makes que você curte, aproveite para olhar seus produtos e retirar os que estão vencidos ou os que você já não usa mais. Lave os pincéis, higienize sua gaveta ou sua caixa de maquiagem e organize os itens de acordo com sua rotina, tempo, habilidade e preferências.

 

 

Um armário organizado é fundamental para a montagem de looks mais elaborados. A arrumação ajuda você a visualizar melhor suas roupas, o que facilita na hora de criar as combinações. Ordenar as roupas por cores, estações e ocasiões vai tornar a tarefa de se vestir muito mais fácil, além do que, a organização permite que você tire as peças que estão danificadas, que você não usa faz tempo ou que já não cabem mais na sua vida.

 

 

Você não precisa comprar nada, mas olhar as novidades das lojas virtuais ajuda no exercício de atualização do armário, a perceber o que está em alta e até de inspiração para montagem de looks. Você pode ver, por exemplo, como esses sites editam os looks compostos por camisetas básicas e usar isso como referência para seus próprios looks.

 

 

Vá até seu armário e monte diversos looks. Ninguém está olhando, então use da sua criatividade para editar aquele look que você sempre imaginou, mas nunca teve coragem de usar. O resultado pode te surpreender quando você verificar que ele pode funcionar para a vida real. Fotografe tudo com o celular na frente do espelho e guarde para referências futuras.

 

 

Nós podemos fazer qualquer coisa com um pouco de paciência e treino. Hoje em dia temos inúmeros canais onde podemos ter contato com tutoriais de qualquer assunto. Aproveite para treinar em casa alguns penteados simples e rápidos, como tranças, coques e rabos que poderão mudar completamente seu visual, mesmo que ele seja composto apenas de peças simples e casuais.

 

 

Todas as informações sobre tipos físicos e estilos pessoais podem ser facilmente acessadas. Aprenda sobre você, seu estilo, seu corpo, estude referências de moda de diferentes períodos, analise o visual e o lifestyle de movimentos culturais urbanos, analise as vestimentas históricas de diferentes Países etc. Se moda é um assunto que te interessa, utilize deste tempo livre para saber mais sobre o assunto, mesmo que não seja sua área de atuação. Quando aprendemos sobre moda, também aprendemos sobre nós mesmos. Na hora de se vestir ou de querer pirar nas compras das tendências do momento, ter esse tipo de conhecimento pode ajudar bastante.

 

 

Vá até as peças mais pesadas, que você geralmente usa durante o inverno e veja se estão precisando de alguma atenção: lavagem, pequenas reformas, couro que necessita de hidratação etc. Separe as roupas que precisam ser consertadas de alguma forma, analise suas roupas íntimas, seus pijamas e camisolas e veja se precisam de renovação. Separe os sapatos e bolsas que demandam algum tipo de conserto e os acessórios que podem ser restaurados. Quando a vida voltar ao normal, você finalmente já vai estar pronta para levar esses itens a um profissional de sua confiança e, consequentemente, aumentar as possibilidades do seu closet.

 

 

Dê uma olhada honesta em que você está seguindo no Instagram. Se você curte moda, provavelmente está seguindo um monte de gente que está falando sobre o assunto. Mas analise que o conteúdo que te oferecem está realmente acrescentando de maneira positiva na sua vida. Se a influenciadora propõe looks impossíveis ou tem um estilo de vida que faz você se questionar negativamente, unfollow já! Comece a seguir pessoas que se alinham com o que você acredita, que se aproximam do seu estilo, dos seus gostos e do seu estilo de vida, que ofereçam um conteúdo que seja relevante para você. Mostrar roupas bonitas, todo mundo pode. Se aprofundar de maneira inteligente neste assunto, fazer você pensar, oferecer novos pontos de vista e ineditismo, demanda um pouco mais de cuidado. Comece a fazer essa curadoria de quem você segue e utilize a rede social como um instrumento de informação e captação de conteúdo inteligente.

Especial #FIQUEEMCASA | 5 figurinos que vão além da beleza

23.03.20 | Lifestyle Moda Vídeos



 

Os figurinos cinematográficos vão muito além da beleza. Na maioria dos casos, eles fazem parte do enredo, servem para mostrar a essência dos personagens e modificam conforme a evolução da trama. Os figurinos também podem fazer um paralelo interessante com movimentos sociais e culturais, além de poder influenciar e até modificar o comportamento de consumo. O que nós vamos vamos propor aqui é que você passe a olhar os figurinos dos filmes que você assiste além da beleza. Perceba sua relação com acontecimentos contemporâneos, com o desenrolar da história, com a identidade do personagem. Afinal, roupas contam histórias. Separamos cinco filmes que você pode assistir durante este período para começar a treinar seu olhar para o figurino além da beleza.

 

As golpistas

 

 

No mais recente filme de Jennifer Lopez é interessante perceber como os códigos visuais conversam com a percepção de poder das protagonistas. O visual exagerado, cheio de ostentação através de marcas aparentes, peles, acessórios dourados, a relação entre maquiagem, cabelo e produção e até as sutilezas do andar seguro, da fala e dos olhares mostram como o figurino neste filme demonstra o que significa riqueza, poder, independência e empoderamento para essas mulheres. Observe também a diferença entre o que pode ser considerado um visual de riqueza para diferentes classes sociais e de trabalho. O look ostentação difundido no filme está em consonância com diversas tendências do mercado atual, que olha diretamente para os movimentos culturais urbanos para traduzi-los para a passarela.

 

Sabrina (1954)

 

 

O figurino desta icônica película protagonizada por Audrey Hepburn é assinado por Hubert de Givenchy, o que por si só já seria motivo suficiente para você assistir. Mas não é só isso. Como acontece em O Diabo Veste Prada e diversos outros filmes que relacionam um tipo de ascensão social ao que vestimos, Sabrina é uma história de amor que aflora através de duas maneiras. No primeiro caso, a filha do chofer de uma família abastada vai estudar fora e ganha a clássica sofisticação das mulheres que tomam as rédeas da própria vida. Com essa nova roupagem, Sabrina conquista o mulherengo David, que sequer se lembra que aquela mulher elegante e espirituosa é a mesma menina que cresceu nos arredores de sua casa como filha de um dos empregados. Foi a reviravolta estética da personagem, e apenas isso, que faz com que David se apaixone. O segundo caso de amor é mais genuíno e menos superficial, mas ainda assim problemático pela insegurança masculina diante de uma mulher independente. É interessante observar aqui o poder um visual bem construído, especialmente para a época do filme. Sabrina ganha notoriedade e uma nova posição na dinâmica daquela família em razão dessa mudança. Vale assistir também com os olhos nos dias de hoje. O que temos por uma “figura poderosa” ainda serve para facilitar os movimentos sociais do indivíduo?

 

Priscilla, a Rainha do Deserto

 

 

O filme de 1994 não poderia ser mais atual. O universo do cross-dressing é um dos pilares do visual camp, que ganhou notoriedade após o MET Gala do ano passado. Aqui a figura exagerada das protagonistas é uma parte crucial da história e também serve para afirmar sem pudor sua sexualidade. Mostrar quem você é através do que veste é um movimento enorme da atualidade, que enaltece a identidade e a individualidade acima das regras antigas do que pode ou o que não pode, do que serve e do que não serve. Vale lembrar que o filme ganhou o Oscar de melhor figurino em 1995.

 

A Bela da Tarde

 

 

No filme, a bela Séverine é uma mulher rica, com um casamento estável e bem-sucedido para os padrões da sociedade, porém extremamente infeliz. Para contornar essa situação, a personagem decide procurar um bordel e se prostituir durante a tarde, voltando para sua rotina de boa esposa a noite. O figurino assinado por Yves Saint Laurent mostra uma sensualidade não óbvia e longe dos códigos convencionais do que é considerado um visual sedutor. A elegância discreta da personagem é crucial para a manutenção de sua vida de opostos abismais e ao mesmo tempo faz essa relação entre feminilidade, poder e sexualidade.

 

Noivo Neurótico, Noiva Nervosa

 

 

Em 1977, todas as mulheres queriam se vestir como Annie Hall, a personagem de Diane Keaton no filme de Woody Allen. A comoção em torno da figura da protagonista uniu as mais diversas tribos femininas na época e até hoje se mostra atual, especialmente com as discussões em torno da identidade de gênero e da classificação das roupas de acordo com o sexo. O que vale pensar para os dias de hoje é essa relação entre poder e estética masculina. É realmente necessário que nos vistamos com as peças atreladas ao armário masculino para que ganhemos notoriedade ou sejamos tratadas com certa diferenciação? No caso de Annie, a vestimenta serve como uma arma de distanciamento entre o visual e o comportamento tipicamente feminino. A personagem é carismática e beira o estranho – no bom sentido – e as produções carregadas na atmosfera masculina acabam por corroborar sua personalidade única. Mais uma vez um caso de reafirmação da essência através da figura.

Especial #FIQUEEMCASA | 7 cursos de moda para você fazer em casa

20.03.20 | Lifestyle Moda Vídeos



 

Mais um conteúdo especial para você aproveitar seu tempo em casa. Nós queremos que você enxergue esse momento como uma oportunidade para aprimorar seus conhecimentos e, quem sabe, futuramente colher os frutos profissionais com esse investimento. Para isso, separamos sete cursos online sobre diversos segmentos da moda para que seu tempo de distanciamento social seja muito mais útil e menos maçante.

 

COBRINDO AS SEMANAS DE MODA com Paula Martins

 

 

para acessar, clique aqui

 

Formação em Consultoria de Imagem – com Paula Martins

 

 

Para acessar, clique aqui

 

Anna Wintour Teaches Creativity and Leadership

 

 

para acessar, clique aqui

 

Personal Stylist para desenvolvimento pessoal

 

 

para acessar, clique aqui

 

Fotografia de Moda com Celular

 

 

para acessar, clique aqui

 

Como montar o seu Armário Cápsula

 

 

para acessar, clique aqui

 

Imagen y Estilo para Hombres

 

 

para acessar, clique aqui