Primavera/verão 2021 | Polka Dots

19.08.20 | Moda Tendências


 

Existem algumas estampas que são consideradas clássicas, independente das tendências da estação. Temos nessa classificação as listras, os xadrezes, a onça e as bolinhas. A famosa padronagem que compõe peças de roupas e acessórios há décadas, de tempos em tempos volta aos holofotes das passarelas e dessa vez ela é um dos destaques dos movimentos de moda para a temporada primavera/verão 2020/21. No entanto, a revisitação de uma estampa tão tradicional não poderia ser óbvia. Por carregar uma atmosfera clássica, é importante que as polka dots ganhem uma nova interpretação, justamente para que entre no armário de uma clientela mais jovem, sem, no entanto, se distanciar muito da consumidora mais tradicional. Para a próxima temporada, as bolinhas vêm em diferentes tamanhos e em alguns casos fazem parte de peças em cores mais intensas. Pelo que podemos extrair das passarelas, o look será total, seja na composição de dois ou mais itens (onde vale misturar bolinhas de diferentes tamanhos ou cores opostas) ou em peças únicas, como vestidos e macacões, preferencialmente os de shape fluído, que caem melhor nas estações mais quentes. Além dos tons mais vívidos e da mistura de diferentes tipos de bolinha em uma mesma produção, outra forma de revisitar essa estampa é através de modelagens menos óbvias e elementos de design marcantes, como mangas proeminentes, cortes assimétricos, babados, fendas etc.

 

 

 

 

 

 

Resort 2021 | Refúgio bucólico

30.07.20 | Lifestyle Moda Tendências


 

Nós já falamos aqui no blog a respeito de algumas tendências que o momento atual fez surgir. Tivemos uma reviravolta significativa nos rumos dos movimentos de moda com todos esses acontecimentos. Os relatórios de tendência foram repensados e tudo que estava certo de repente não fazia mais sentido nem para o presente, tampouco para o futuro. Desses novos movimentos, notamos que alguns já podem ser observados nas apresentações recentes das coleções resort 2021 e um dos principais é o que chamamos de refúgio bucólico. Aqui existe uma clara intenção de promover uma conexão entre o homem e a natureza, com o resgate do que temos como os códigos de uma vida simples no campo. A estética campestre fica a cargo de vestidos mais soltos, estampas florais delicadas, design que remete a uma feminilidade quase ingênua, xadrezes (especialmente o vichy) e peças que fazem alusão às atividades do campo. Mas não é só de florais, xadrezes e vestidos lúdicos que a tendência vive. A ideia aqui é muito mais ampla e abrange também as matérias-primas e as técnicas que são usadas para confecção das peças. A valorização de artistas, artesãos e pequenos produtores que possuem métodos centenários de manufatura, o cuidado com a origem dos tecidos que garante a fabricação de peças sustentáveis, a reutilização e a ressignificação de materiais usados em coleções antigas e o respeito a cultura local com a devida participação da comunidade são algumas das características desse movimento que se volta para o natural, para o feito a mão e para a simplicidade, tudo em harmonia com o que um isolamento no campo pede.

 

A quarentena e como mudamos nossa relação com os acessórios

29.07.20 | acessórios Get Inspired By Styling


 

Podemos estar em um momento de uma pouco mais de flexibilidade do isolamento social, mas a verdade é que os meses de quarentena mudaram nossas vidas para sempre. O home office, que já era uma realidade em muitas empresas, passou a fazer parte da rotina das pessoas de modo muito mais amplo e com certeza será aderido como forma comum de trabalho por diversas empresas. Um dos pontos que podemos destacar com a vida profissional sendo tocada das nossas casas é a atenção para a parte de cima do corpo, seja através de roupas com mais detalhes, maquiagem e cabelo um pouco mais elaborados e, claro, acessórios. Nós que trabalhamos com moda e estilo sempre falamos a respeito do efeito transformador que os acessórios podem promover no look e agora, mais do que nunca, eles ganham o protagonismo do visual, especialmente quando queremos manter a casualidade das produções montadas para ficar em casa. Reuniões feitas através de uma tela de computador, tablet ou celular pedem que nos voltemos com maior cuidado para o colo e o rosto e mesmo nos dias que você estava de moletom e chinelo, temos certeza que ao menos um brinco ou um colar mais sofisticado fizeram parte da sua edição de look para aquele momento de trabalho. O que estamos propondo aqui é uma reflexão sobre como os acessórios são importantes e podem ser capazes de otimizar o seu armário. A verdade é que muitas vezes nem precisaríamos entupir nossos armários com roupas se soubéssemos de fato como usar os acessórios a nosso favor.

 

 

Colares e brincos ganham o protagonismo nesse momento justamente pelos motivos que elencamos acima. E certamente eles vão continuar a fazer parte da sua rotina de montagem de looks mesmo após a vida voltar ao normal. Acessórios são democráticos, além de tudo. Seja qual for seu estilo, você terá um acessório mais importante e imponente para chamar de seu. Bases compostas de peças muito simples também funcionam bem com acessórios mais robustos, que trazem um efeito fashionista ao visual. Nós esperamos que essa quarentena tenha servido, dentre outras coisas, para você repensar sua relação com seus acessórios e ressignificar o que esses itens podem representar no seu armário. Afinal, tudo que é usado para acrescentar, seja na relação com seu guarda-roupas (que a longo prazo pode significar uma nova relação com seu dinheiro), ou para seu autoconhecimento (saber o que funciona para seu visual, o que faz você se sentir bem, bonita e segura etc.) vale para termos uma relação mais saudável com a moda. Acessório não é futilidade! Faz parte da sua mensagem pessoal, da imagem que você transmite para o mundo e dos códigos que você quer passar adiante.

 

Dior Cruise 2021 | A beleza da tradição

24.07.20 | Moda


 

Passada a temporada de alta-costura, onde as coleções foram apresentadas de uma maneira bem diferente a que estamos acostumados, a Dior lança sua cruise collection através de um desfile emocionante em praça pública. Mas não pense que as mudanças causadas pelos novos tempos não foram levadas em consideração aqui. Tradicionalmente, as coleções de meia-estação são realizadas através de desfiles extravagantes em destinos variados principalmente por sua importância comercial. No caso da Dior, a temporada cruise serve, segundo seu CEO, para contar histórias e enaltecer uma comunidade através de criações colaborativas, que respeitam tradições locais e remanejam a economia para pequenos produtores que já viram seus trabalhos serem copiados e usurpados durante anos por gigantes desse mercado. Para este desfile, o time da Dior se inspirou no sul da Itália e a apresentação foi feita na cidade de Lecce, pequena província de Puglia. Além dos espectadores serem compostos majoritariamente pela própria equipe da maison e pelos moradores locais, todas as peças foram criadas a partir de trabalhos colaborativos. Artesãos e artistas locais foram responsáveis por cada detalhe dos looks e do desfile, seja através da cenografia, da trilha sonora comandada por uma orquestra local, dos dançarinos da região que embelezavam ainda mais a passarela, dos tradicionais bordados tombolo confeccionados na cidade, dos tecidos típicos e das técnicas históricas de entrelaçamento que foram aplicadas em diversas peças. Colaboração, respeito cultural e responsabilidade social foram os pilares para esta apresentação, que culminou, como já era de se esperar em se tratando do trabalho de Maria Grazia Chiuri, em looks repletos de feminilidade contemporânea e carregados de história e experiência. Veja nossos preferidos:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fall 2020 COUTURE | O espetáculo da Valentino

22.07.20 | Moda Semanas de Moda Vídeos


 

Passada a temporada de alta-costura em Paris, Pierpaolo Piccioli nos presenteou com a coleção couture da Valentino que foi apresentada ontem, em Roma. Denominada “The Performance: of Grace and Light, a dialogue between Pierpaolo Piccioli and Nick Knight”, as 17 criações do estilista para a Maison parecem ter saído de um sonho. Na ausência de desfiles, Piccioli firmou parceria com Nick Knight, um dos fotógrafos mais reconhecidos e importantes do mundo, cujo trabalho beira o fantástico com imagens vanguardistas e de impressão plástica que causam um efeito visual impressionantemente belo. Ambientada em uma espécie de circo, com um fundo escuro profundo e vazio que garantia ainda mais destaque para as roupas, a coleção de alta-costura da Valentino teve foco no branco e nos metalizados claros, nas texturas leves, porém luxuosas de plumas e tules e, claro, nos volumes dramáticos que já são uma assinatura do trabalho de Piccioli. Os vestidos de comprimento exageradamente alongado vinham flutuando nos corpos das modelos colocadas em trapézios, causando um resultado final ainda mais exuberante e bem condizente com a função de escapismo que as criações de alta-costura têm o poder de causar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A apresentação da alta-costura da Valentino ainda contou com uma performance transmitida ao vivo que vale a pena ser vista:

 

SAINT LAURENT pre-fall 20 | Um tributo à parisiense

15.07.20 | Lifestyle Moda


 

Existem diversas características que definem o estilo pessoal de alguém. Mas ao contrário dos identificadores de um estilo propriamente dito, temos as francesas. Essas mulheres possuem estilos diversos, mas são conhecidas por alguns códigos em comum que tornam seu visual tão estudado e fascinante. A Saint Laurent sempre foi uma marca que procurou transformar esse lifestyle francês, em especial o parisiense, em roupas, acessórios e principalmente styling. Afinal, uma boa composição visual pode ser determinante para uma produção mais interessante e sofisticada. Em sua mais recente coleção para a maison, o estilista Anthony Vaccarello reproduziu essa elegância natural da mulher parisiense através da alfaiataria contemporânea, da sensualidade não óbvia, da casualidade rica e das combinações clássicas que chamam a atenção pelo cuidado nos detalhes e na edição do look. Veja algumas das imagens da coleção pré-fall 2020 da Saint Laurent que têm o charme dos looks possíveis, reais e repletas do fator effortless chic que nós amamos.

 


 

 

 

 

 

 

 

Temporada fall 2020 COUTURE | Referências oitentistas

08.07.20 | Moda Semanas de Moda


 

Cores intensas, drapeados dramáticos, volumes superlativos, texturas refletivas, luvas, laços, corte mullet, maquiagem marcada, cabelos rebeldes… todos que sabem minimamente sobre moda e lifestyle conhecem as características principais que representam a década de 80 (e caso você queira aprender mais, semana passada fizemos um post com 25 filmes da época que você pode acessar clicando aqui). E nessa temporada de alta-costura, os anos 80 parecem ser uma grande referência para as criações de diversas marcas. Estamos em um período de exceção e as coleções estão sendo apresentadas à distância. Talvez por conta desse isolamento coletivo e do momento de maiores contenções e incertezas em relação ao que pode acontecer, as inspirações oitentistas se mostram importantes para representar a esperança de um futuro de abundância, alegria e extravagância. Aqui a ideia é clara: quando todos puderem retornar às ruas e à rotina de forma plena, o tempo será de festa!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

12 Composições para você experimentar nesse inverno

01.07.20 | Get Inspired By Street Style Styling


 

Que nós nos vestimos melhor no inverno é verdade, mas geralmente quando as temperaturas abaixam buscamos mais conforto térmico e menos estilo. Justamente por isso acabamos vestindo sempre aqueles looks curingas, que sabemos que vão nos deixar quentes e que são à prova de erros quando se trata de composição visual. Misturas de cores neutras e especialmente escuras, aqueles suéteres clássicos, o casaco que já está no seu armário há anos e calças de materiais mais densos, como jeans e couro, fazem parte do pacote clássico das produções invernais. Mas é possível ousar sem perder de vista a manutenção do calor corporal com essas doze propostas de composições diferenciadas e que vão dar um upgrade no seu look para esta estação.

 

15 Looks para experimentar o blazer oversize

24.06.20 | Get Inspired By Street Style Styling


 

Que o blazer é um item essencial do armário nós já sabemos, mas o que você pode fazer para variar seu uso e deixar o look muito mais despojado é explorar a peça em sua versão mais ampla, quase como se tivesse sido emprestada do closet masculino. O blazer oversize aparece bastante nas produções mais fashionistas ao redor do globo, torna qualquer visual cool e, dependendo da padronagem e da origem, injeta um perfume retrô que deixa tudo ainda mais criativo e interessante. Seja em um look total oversize, com equilíbrio de proporções ou mesmo combinado com outros itens de atmosfera sensual, o blazer mais largo é aquela terceira peça que vai finalizar seus looks com muito mais graça. Veja quinze produções que selecionamos para você se aventurar nos volumes mais dramáticos de uma peça tão clássica.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SHOP

 

12 vezes que VIOLA DAVIS dominou o red carpet

23.06.20 | Get Inspired By Moda


 

Viola Davis é uma atriz consagrada, dona de papeis icônicos e prêmios importantes pelas suas atuações. Com um currículo de peso, claro que ela é sempre uma das figuras mais aguardadas dos red carpets das premiações e dificilmente decepciona. A atriz possui uma silhueta bem mais próxima da realidade do que a de muitas atrizes tidas como “padrão” e uma beleza de personalidade, o que faz a gente se identificar muito mais quando precisamos buscar referências de produções mais glamourosas. Separamos doze looks bem distintos entre si, mas que têm em comum o visual requintado que o tapete vermelho de grandes eventos pede.

 

 

O branco parece ser o tom preferido de Viola quando o assunto é red carpet. Seja em longos trabalhados, ternos bem cortados ou vestidos mais curtos, mas não menos formais, a cor cai muito bem para o tom de pele da atriz (já que promove um contraste impactante), além de suas escolhas assim serem sempre muito sofisticadas. Afinal, o branco chama mais atenção e é preciso se atentar a alguns detalhes para que o vestido não fique com cara de noiva ou marcando o corpo de uma maneira negativa. O look branco deve ser pautado pela qualidade – no tecido, nos trabalhos de intervenção, como bordados e aplicações e principalmente no caimento e nos acabamentos. Certamente todos esses detalhes são levados em consideração por Davis, que sempre aparece muito elegante na cor.

 

 

 

 

 

 

 

Vestidos com alto contraste, em especial o preto e o branco juntos, são uma escolha interessante e inusitada para eventos mais formais. Aqui a atriz opta não por estampas, mas por recortes, sobreposições de tecidos e assimetria, o que traz mais dinamismo para o vestido e para a silhueta.

 

 

 

 

Cores mais intensas também caem muito bem para o tom de pele de Viola, que parece segurar bem um alto contraste, como já vimos anteriormente. Além dos tons puros que dão mais impacto para suas aparições, o design das peças também é levado em consideração nas suas escolhas. Drapeados, misturas de densidade nos materiais, ombros e saias assimétricos, caimentos mais soltos e cintura levemente marcada são alguns dos elementos de design que fazem as produções mais coloridas da atriz brilharem ainda mais.